Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus divulga balanço de atuação de alunos em olimpíadas
Início do conteúdo da página Notícias

Campus divulga balanço de atuação de alunos em olimpíadas

Estudantes receberam premiação em quatro das cinco competições das quais participaram.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 18/11/2019 12h05
  • última modificação 18/11/2019 12h08

Os estudantes do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Timon receberam premiação em cinco das quatro olimpíadas de ciências naturais e tecnológicas das quais participaram em 2019. Com exceção à Olimpíada Brasileira de Físicas das Escolas Públicas (OBFEP), os alunos ganharam medalhas e certificados na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) teórica, Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG) e Olimpíada Nacional de Ciências (ONC).

Desde 2012 o campus participa de todas as edições da OBA e da MOBFOG, que ocorrem conjuntamente, sempre com alunos classificados e premiados, e com pelo menos uma equipe classificada para a Jornada de Foguetes. Este ano houve uma equipe classificada para a MOBFOG, realizada em Barra do Piraí, porém dois dos três alunos do grupo já haviam finalizado curso no IFMA e não puderam receber recursos para destinados aos estudantes matriculados, o que impediu a participação na competição.  A equipe Rocha Family, formada pelos alunos de Eletromecânica John Maycon Pereira Rocha e Jonathan Pereira Rocha, da turma de 2016, e Mayck Pereira Rocha, da turma de 2018, obteve a classificação na etapa regional realizada em maio deste ano, em Timon, com um lançamento que atingiu um alcance de 175 m, obtendo medalha de bronze. Os intervalos de alcances para obtenção das medalhas são: ouro, maior que 213 m; prata, entre 181 m e menor que 213 m; e bronze, de 158 m a menor que 181 m.

Quadro de premiação da MOBFOG/Timon

Nome do Aluno Sexo Nível Alcance (m) Medalha
John Maycon Pereira Rocha M 4 175,00 Bronze
Jonathan Pereira Rocha M 4 175,00 Bronze
Mayck Pereira Rocha M 4 175,00 Bronze

Já na OBA, que é uma olimpíada teórica com avaliação dos conhecimentos dos alunos sobre Astronomia e Astronáutica, o estudante Emanoel José Rios Pereira, da turma de Eletromecânica 2017, foi premiado com a medalha de bronze, obtendo uma pontuação de 6,75. As faixas de notas para obter medalhas são: ouro, entre 8,45 e 10,00; prata, de 7,65 a menor que 8,45; e bronze, de 6,65 a menor que 7,65. O aluno comemorou a premiação. “A oportunidade de participar de uma olimpíada que inspira o estudo da Astronomia em nosso país, é, de certo modo, gratificante”, disse Emanoel Pereira.

Quadro de premiação da OBA

Nome do Aluno Sexo Nível Astronomia Astronáutica Total Medalha
Emanoel José Rios Pereira M 4 5,75 1,00 6,75 Bronze

Este foi o primeiro ano que o Campus Timon participou da ONC e obteve a classificação de sete alunos para 2ª fase – cinco do terceiro ano e dois do primeiro ano. Desses, apenas os dois do primeiro ano realizaram a 2ª etapa e conquistaram medalha de honra ao mérito para o campus.

Quandro de premiação da ONC

Nome do Aluno Turma Série Cidade Estado
Jessé Viana Da Costa Oliveira Edificações 2019 Timon Maranhão
Flaezio Kawan Lima Carvalho Edificações 2019 Timon Maranhão

Na OBFEP, o campus teve um aluno de primeiro ano classificado para 2ª fase, mas não pôde comparecer à prova. Enquanto que, na edição da OBR, três alunos ganharam certificado por seu desempenho estadual e um ganhou medalha de mérito estadual. Para o aluno Levykson, premiado com medalha de mérito e certificado estadual, as olimpíadas de estudos são fonte de estímulo e conhecimento. “Sempre gostei de ciências, inovações, tecnologias, e as olimpíadas apareceram para mim como uma grande fonte de conhecimento, diversão e desafios. Ter esse reconhecimento é muito gratificante”, disse o estudante.

Quadro de premiação da OBR

Aluno Nível Medalha Certificado Nota
Levykson Bonfim de Sousa 5 Mérito Estadual  55,00
Antonio Guilherme da Silva Fortaleza 5 Estadual  44,00
Joana D’Arck Pereira Costa 5 Estadual  44,00

 

O professor de Eletroeletrônica do campus, Deusdete Brito, responsável pela realização das olimpíadas, afirma que considera fundamental incentivar os estudantes a participar desse tipo de competição.  “É mais uma fonte de incentivo para que eles adquiram o hábito de estudos, principalmente quando temos um retrospecto positivo dentre as olimpíadas já realizadas em todos os anos e no ano 2019. É sempre necessário e importante incentivar mais, melhorar a cada ano, porque a partir do sucesso desses alunos os outros se animam para participar no ano seguinte e, além disso, mostra que todos os alunos são capazes de ir em frente e conquistar premiações e seus objetivos”, disse o professor.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página