Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus promoveu I Seminário de Inclusão
Início do conteúdo da página Notícias

Campus promoveu I Seminário de Inclusão

Evento ocorreu no dia 25 de setembro, organizado pelo    Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNE)
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 04/10/2019 10h19
  • última modificação 04/10/2019 10h19

Com o tema “Múltiplos Olhares”, o I Seminário de Inclusão do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Timon foi realizado no dia 25 de setembro. A programação teve palestras, mesa-redonda, jogos, esporte e exposições de materiais adaptados e pesquisas na área.

O evento foi organizado pelo Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNE) e trouxe ao centro das discussões os variados apoios necessários para a inclusão no ambiente educacional. O objetivo foi promover um espaço de reflexão e disseminação do conhecimento acerca das necessidades de pessoas com necessidades específicas, além de fomentar a troca de saberes e experiências na área.

A palestra Vivências da Pessoa com Deficiência: realidade cotidiana enquanto aluna egressa do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do IFMA Campus Timon, ministrada por Luana da Rocha Santos, mostrou o quanto o incentivo positivo pode fazer a diferença na vida de alguém com necessidades educacionais específicas. “A inclusão é uma forma de ser tratada de maneira igual e que as pessoas devem aceitá-la com suas diferenças, pois somos iguais como seres humanos, mas ao mesmo tempo temos pensamentos diferentes, dentre outras características”, disse.

Depoimentos de mães

Já a mesa-redonda Da fragilidade à luta pela autonomia dos filhos reuniu mães que deram depoimentos pautados no amor e na luta pela inclusão, proporcionando aos participantes momentos de emoção e de sensibilização pela causa. Para a professora Odaléia Costa, esse foi o momento mais especial da programação do I Seminário de Inclusão. “O que mais me tocou por ser uma futura mãe foi a importância da estimulação precoce dos filhos de 0 a 3 anos. O quanto devemos acreditar e estimular os nossos filhos, quer eles tenham alguma deficiência ou não. Todos os seres humanos são capazes, desde que estimulados”, disse.

O debate Avaliação na perspectiva da inclusão despertou o interesse dos participantes pela complexidade do tema, o processo de avaliar o aluno, principalmente no contexto inclusivo, que não deve se deter apenas nos aspectos quantitativos, mas que precisa avaliar sob o olhar qualitativo, analisando as inteligências múltiplas dos alunos. Foi realizada uma apresentação do Grupo Inclusão DANCE, do Centro Integrado Maria do Carmo Viana Neiva de Timon, que buscou mostrar a importância da inclusão de pessoas com deficiência. Além disso, durante os intervalos, os alunos do ensino médio integrado, subsequente e EJA, de todos os turnos, tiveram a oportunidade de assistir à palestra Inclusão e Acessibilidade: o que precisamos saber?

A coordenadora do NAPNE Campus Timon, Carlene Bitu, explicou a proposta do evento. “Vivenciar a inclusão de uma forma ampla é o que almejamos em todos os ambientes, principalmente no escolar, promovendo um olhar agregador em defesa dos direitos por meio das políticas de acesso, garantindo, assim, na integralidade a permanência do aluno com necessidades educacionais especificas nesse contexto”, afirmou.

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página