Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página Inicial > Notícias > Timon recebe primeiros graduados pelo IFMA
Início do conteúdo da página Notícias

Timon recebe primeiros graduados pelo IFMA

O curso de Licenciatura em Ciências Biológicas iniciou as aulas em 2012
  • Cláudio Moraes
  • publicado 20/04/2017 12h09
  • última modificação 20/04/2017 12h12
Reitor Roberto Brandão presidiu a solenidade de colação de grau em Timon

Reitor Roberto Brandão ao presidir a solenidade de colação de grau em Timon: “sejam os melhores profissionais e as oportunidades irão aparecer”

Um rito de passagem incomparável e inesquecível, repleto dos sentimentos de superação e vitória. Assim foi a noite de 17 de abril, no Campus Timon, a cerca de 430 Km da capital em São Luís (MA), quando tio e sobrinha sentaram-se ao lado de seus colegas para, juntos, receberem o grau de licenciados em Ciências Biológicas. “Vocês marcaram o Campus Timon”, pontou o reitor do Instituto Federal do Maranhão, Roberto Brandão, dirigindo-se aos cinco formandos. “Participaram do processo que o IFMA sabe e gosta de fazer: fazer ciência em prol da sociedade”, lembrou. “E os timonenses estão cada vez mais orgulhosos em estudar e produzir em Timon”, avaliou o reitor. “O próximo capítulo é a busca da empregabilidade”, disse. “Há uma defasagem muito alta de professores no Brasil”, alertou. “Sejam os melhores profissionais e as oportunidades irão aparecer”, provocou Brandão.

A história dos pioneiros foi eternizada em placa alusiva ao evento

A história dos pioneiros foi eternizada em placa alusiva ao evento

A solenidade iniciou-se com o descerramento da placa que registra o momento histórico para o campus e para todo o corpo funcional e estudantil que o integra. “O homem precisa materializar as suas emoções para comprovar que elas existem”, afirmou Pablo Jediel da Silva, 24, piauiense da cidade de Nazária com pouco mais de 8 mil habitantes. Pablo percorria diariamente 32 km para estudar, após enfrentar uma jornada de trabalho e a passagem por três ônibus. “Saía de casa as 7 da manhã e só retornava à meia noite”, relatou. “Fui aprovado para UFPI, UESPI e IFPI, mas decidi que iria fazer parte da história do IFMA Timon”, concluiu o determinado técnico em enfermagem. Para Mara Rúbia Carvalho, 40, tia de Pablo, que com ele se graduou, a sensação é de vitória. “Foram muitas dificuldades”, avaliou. ”Mas o exemplo da busca pelo conhecimento faz os filhos seguirem no mesmo caminho”, disse. “E esse foi o meu maior incentivo – o de dar o exemplo”, prosseguiu a mãe de três filhos.

Pablo Jediel da Silva, 24, graduou-se juntamente com a sua tia Mara Rúbia Carvalho, 40

Pablo Jediel da Silva, 24, graduou-se juntamente com a sua tia Mara Rúbia Carvalho, 40

O curso se iniciou em 2012 com 40 alunos, mas apenas cinco conseguiram obter a graduação. “Essa turma pioneira enfrentou muitas dificuldades como a estruturação dos laboratórios, do corpo docente, o acesso ao campus e a realização do curso no turno noturno”, ponderou Jackellyne Leite, diretora geral do campus. Hoje, o curso de Licenciatura em Ciências Biológicas conta com 90 estudantes, laboratórios de microscopia, química e informática. “O sentimento é de uma batalha vencida, prosseguiu Jackellyne. “Felicidade é uma palavra que não expressa todo o meu sentimento desse momento”, continuou. “Gostaria de falar em gratidão”, disse. “Nada seríamos o que somos hoje sem os professores e servidores”, prosseguiu a diretora ao também fazer referência à ex-diretora Márcia Moreno que implantou o campus no município.

Jackellyne Leite, diretora geral do campus: felicidade é uma palavra que não expressa todo o meu sentimento desse momento"

Jackellyne Leite, diretora geral : felicidade é uma palavra que não expressa todo o meu sentimento desse momento”

“A turma se consolidou no 5º período com 11 estudantes e cada um teve que superar muitos obstáculos”, informou Juliana Viana, oradora da turma. “O apoio da família foi fundamental”, disse. “Crescemos, amadurecemos e iniciamos agora um novo ciclo”, comemorou. Para o professor Cristiano Coelho, paraninfo da turma, os formados estão mais maduros e conscientes de sua missão. “Os medos se transformaram em coragem”, ponderou. “Nasceram novos professores no ventre da academia que se reconhecem como seres complexos”, afirmou. “E lembrem-se das palavras de Rubens Alves: ensinar é um exercício de imortalidade, pois o professor não morre jamais”, concluiu. “É um curso fantástico”, avaliou a vereadora Cláudia Sousa, que compôs a mesa de honra. “A sociedade precisa de bons profissionais”, prosseguiu. “O bom da vida é passar pelas dificuldades e enfrentá-las”, concluiu.

Participaram da mesa de honra, também, a diretora de Desenvolvimento Institucional do Campus Timon, Hélis Costa, o coordenador do curso, Alexandre Amorim, e os professores homenageados João Guido Filho, José Luís Bueno, Odaléia Costa, Wesley Santos, Carolina Nunes e a pastora Pereira Neta. Graduaram-se, ainda, Danielly Conrado e Erislânia Silva. Os formandos foram acompanhados, em sua entrada, pelo coordenador do curso Alexandre Amorim.

Confira a galeria de fotos:

Fim do conteúdo da página